Projeto propõe aulas de inglês diferenciadas para alunos da rede pública

No desejo de possibilitar aos alunos da rede pública uma oportunidade maior de aprender inglês de uma forma mais dinâmica e atraente, sobretudo para os que têm o desejo de aprofundar o estudo da língua inglesa, a professora Maria do Carmo de Almeida, mais carinhosamente chamada pelos seus familiares, colegas e alunos de Lica, desenvolve um projeto para ser executado em horário extraturno para alunos dos 7º anos, inicialmente. O projeto é uma forma de trabalhar com novas metodologias e estimular o aprendizado da língua estrangeira associada a atividades lúdicas como jogos, músicas, dinâmicas e brincadeiras.

Segundo Lica, fazer um projeto como este é um desejo antigo. “Era um desejo meu enquanto professora de inglês, que se tornou mais forte após a oportunidade que eu tive este ano de passar 45 dias nos EUA. É lógico que a direção da Escola e os colegas são fundamentais no sentido do apoio e incentivo ao projeto”, afirma. 

Para o ingresso no projeto, a professora fez uma seleção, objetivando que participassem alunos que gostassem e tivessem compromisso com a frequência nas aulas. “Alunos dos 7º anos fizeram uma prova de seleção, mas, no final do processo, a grande maioria dos alunos foram classificados. Contamos com 23 alunos e o projeto prevê uma ênfase nas habilidades de listenning  (audição) e speaking (fala), além da valorização do conteúdo. O diferencial só é possível quando se tem poucos alunos em sala e um material apropriado, além da motivação pessoal dos alunos”, enfatiza a professora.

Para a aluna Mariana Resende Costa, de 12 anos, estudar no Projeto de Inglês em horário extraturno, além de ser um reforço para sua aprendizagem, fará a diferença no futuro. “Eu acho importante o inglês, pois é uma língua muito utilizada fora do Brasil. Daqui a alguns anos, se eu quiser fazer algo fora, ele vai ser muito útil. E também gosto muito de ouvir música em inglês e, ainda, traduzir. Eu acho importante esse curso porque ele é um aprofundamento e, além das aulas que temos na escola, fazer o curso à noite é uma forma bem legal de aprender mais”, conclui Mariana.  

Já para o estudante Luís Gustavo Ribeiro Andrade, as aulas de inglês do projeto são diferentes e lúdicas, colaborando para o ensino da língua estrangeira. “As aulas de inglês do projeto são descontraídas. A professora Lica leva material para brincarmos e estou gostando bastante, pois só vai quem realmente quer aprender”, afirma Luís. 

O Projeto de Inglês funciona na sede da escola, nas terças e quintas-feiras, no horário de 19h30 às 20h20. Pretende-se que este projeto seja uma oportunidade de ampliar os conhecimentos da língua inglesa e usá-los para a vida acadêmica, pessoal e profissional.

Biografia

Maria do Carmo de Almeida possui cursos de extensão pela Cultura Inglesa e ministra aulas de inglês desde universitária. Com vasta experiência no ensino de inglês, começou sua carreira em 1996 dando aulas para alunos do Ensino Médio na extinta Escola Estadual São Francisco de Assis e, posteriormente, em 2000, na Escola Estadual Afonso Pena Júnior, ambas em São Tiago.  Trabalhou também na Rede Municipal de Educação nos anos iniciais do Ensino Fundamental e em cursinhos de inglês da cidade.

VAN/ Marcus Santiago
Foto: Marcus Santiago

Deixe uma resposta