Pronatec realiza primeira formatura em São Tiago

Nesta semana, a Prefeitura Municipal – juntamente com representantes do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) – extensão dos cursos de capacitação do Campus Bambuí, em São Tiago, promoveram  a formatura de 17 alunos capacitados para atuar como “Agentes de Alimentação Escolar” pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).  A solenidade foi realizada na Escola Municipal “Deputado José Aldo dos Santos”, no Bairro Nações Unidas e contou com a presença de autoridades municipais, educacionais, professores, coordenadores do curso, alunos e familiares.

 “O Pronatec é um programa de extrema importância para a sociedade, pois garante a oportunidade de formação e de capacitação dos trabalhadores, contribuindo sobremaneira com a criação de mais postos de emprego com mão-de-obra especializada. Em São Tiago foram criadas as duas primeiras turmas do Pronatec já no segundo semestre deste ano, com os cursos de Agente de Alimentação Escolar e de Padeiro e Confeiteiro, valorizando os dotes culinários da nossa terra”. Com essa declaração, o professor Luís Fernando de Sousa, 27 anos, valoriza ações do Governo Federal como essa, para a qualificação e requalificação de trabalhadores destinados a atuar nos diversos setores da sociedade.

Solange Aparecida Santiago, 32 anos, aluna do Programa comemora essa nova etapa concluída em sua vida. “Foi uma oportunidade única, na qual não só eu como todos os meus colegas nos dedicamos muito. Muitas experiências foram compartilhadas. Espero aplicá-las não só no campo profissional como também no meu dia-a-dia. Com este curso me sinto mais preparada para concorrer às  vagas oferecidas na área de alimentação escolar”, afirma.

A aluna Nilza Aparecida Viegas, 49 anos,  orgulha-se de ter feito um curso prático que, além do conhecimento adquirido na área de Alimentação Escolar, irá incrementar seu currículo e possibilitar o seu ingresso no mercado de trabalho. “Para mim, foi a oportunidade de me capacitar e com o certificado melhorar o meu currículo e dessa forma me inserir no mercado de trabalho. Com esse curso me sinto mais segura não só para fazer um concurso, mas como também para atuar na área”, declara.

A professora Júnia Martins Oliveira, 32 anos, registra seu contentamento em ter dado a sua contribuição na formação e na qualificação profissional de adultos. “Foi uma honra para mim, fazer parte deste projeto que teve suas primeiras turmas em nossa cidade. Fiquei muito feliz em ter contribuído para a formação e capacitação desses alunos, que se dedicaram muito ao curso e viram nele oportunidades de crescimento profissional e possibilidade de ingresso no mercado de trabalho”, enfatiza.

VAN/Marcus Santiago
Foto: Marcus Santiago

Deixe uma resposta