IX Conferência Municipal discute saúde em São João del-Rei

“O
SUS já foi criança, chegou à adolescência e hoje ele é um jovem de 25 anos. E
como jovem, precisa de ajuda”. Assim, o presidente do Conselho Municipal de
Saúde, Wilimar Borges de Deus, definiu a importância da participação da
comunidade na IX Conferência Municipal de Saúde, que aconteceu nos dias 29 e 30
de agosto, no Campus Santo Antônio, da UFSJ.O tema deste ano foi“Saúde e Cidadania:
A Saúde Que Queremos”.
As conferências acontecem a cada dois anos
e são precedidas de reuniões realizadas nos bairros e distritos do município,
onde são eleitos delegados e são definidas as propostas que serão votadas.
Neste ano, cerca de 150 pessoas, divididas em quatro grupos, discutiram 76
propostas, que formarão um documento que será encaminhado à Secretaria
Municipal de Saúde e deverá orientar a política de saúde em São João del-Rei.
Na abertura do evento, o prefeito Helvécio
Reis destacou o aumento de investimentos na saúde, mas para Flávio Soares- dentista,
representante regional e conselheiro municipal de saúde há cinco anos- os
recursos estão sendo prejudicados pela diminuição da arrecadação federal,
devido às isenções fiscais.Como participante de todas as conferências
realizadas no município, acrescenta:
– “Muita coisa já avançou. Foi em uma
conferência que decidimos implantar programas tais como PSF (Programa Saúde na
Família), Viva Vida, Plano de Cargos e Salários (dos servidores municipais);
mas muitas propostas de conferência ficam só nas propostas”.
De acordo com o IBGE,apesar de contar com
uma população estimada em quase 89 mil habitantes, a cidade tem um desafio
muito maior, pois atende cerca de 250 mil pessoas, já que é referência entre os
municípios da região, segundo Jorge Ramos, Conselheiro Estadual de Saúde.
Além do prefeito da cidade, várias outras autoridades
participaram do evento, entre elas,a secretária municipal de saúde Mirian
Gouvêa; o tenente e médico do 38º BPM,Ícaro Moreira, e o chefe de departamento
do curso de medicina da UFSJ, Prof. Joel Alves.
Eleição

Ao final da conferência, foi realizada a
eleição para definir os 24 novos conselheiros municipais e seus suplentes para
o mandato de 2014 a 2016. Os membros não recebem remuneração pelo cargo. O
Conselho é o órgão colegiado que atua, em caráter permanente e deliberativo, na
formulação de estratégias e no controle da execução da política de saúde,
inclusive em seus aspectos econômicos e financeiros. A instituição funciona na
Praça Carlos Gomes, s/n, e recebe reclamações de usuários do SUS, que são
discutidas e encaminhadas à secretaria de saúde.
Matéria: VAN/Camilla Silva, Tatiana Silva e Vanessa Vicente 

Foto: Vanessa Vicente

Deixe uma resposta