O segundo encontro da Rede Educadores de Museus (REM) aconteceu no dia 11 de abril. FOTO: Divulgação/Facebook Museu Casa Padre Toledo

Rede de Educadores de Museus é formada na região

O objetivo do grupo é formar novos educadores e partilhar experiências.

O segundo encontro da Rede Educadores de Museus (REM) aconteceu no dia 11 de abril. FOTO: Divulgação/Facebook Museu Casa Padre Toledo
O segundo encontro da Rede Educadores de Museus (REM) aconteceu no dia 11 de abril. FOTO: Divulgação/Facebook Museu Casa Padre Toledo

De acordo com o Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), o museu é um “espaço fascinante, onde se descobre e se aprende, nele se amplia o conhecimento e se aprofunda a consciência da identidade, da solidariedade e da partilha”.

Partindo desse pressuposto, educadores de museus da região das Vertentes se organizaram para formar a Rede de Educadores de Museus (REM). O objetivo do grupo é pesquisar e trocar experiências sobre a educação em museus e demais temas de interesse. A proposta é que os encontros aconteçam bimestralmente, cada vez em um museu diferente. Até o momento, o projeto atende museus de São João del-Rei e Tiradentes.

O coordenador educativo do museu Casa Padre Toledo, Jardel dos Santos, salienta que os encontros do REM são voltados para todos que se interessam em desenvolver atividades em instituições museológicas. “Educadores, professores e demais interessados, são todos bem-vindos. Não é um grupo fechado apenas para funcionários”.

 

Formação de Educadores

A Rede também pretende formar educadores. A educadora do Museu de Arte Sacra, Ana Cristina Ferreira, explica que o educador de museus é um mediador entre o acervo e os visitantes. “No caso, o nosso público-alvo são os alunos. Então, tentamos dar vida àquele acervo e significar de acordo com a vivência de cada um. Buscamos traçar um perfil, para saber idade, bairro e condições em que vive e adequar a visita ao visitante”.

Próximo encontro acontece no museu de Arte Sacra. FOTO: Erismar Nepomuceno
Próximo encontro acontece no museu de Arte Sacra. FOTO: Erismar Nepomuceno

Rhuan Almeida, bolsista da Ação Educativa do Museu Casa Padre Toledo, participou do último encontro, no dia 11 de abril, e conta que pretende continuar na REM. “São trabalhos que buscam trazer para o cotidiano das pessoas a cultura e que apontam a importância dos museus. Pretendo trabalhar na área de educação em arte, então, meus projetos podem ser adaptados ao ideal do grupo”, afirma.

O próximo encontro acontece no dia 13 de junho, no Museu de Arte Sacra, em São João del-Rei. A programação já está pré-definida. “A princípio, pretendemos fazer uma visita guiada, mostrar alguns recursos tecnológicos e adaptações pelas quais o museu passou no início deste ano. Vamos discutir algumas diretrizes e pensamos em organizar uma exposição coletiva, um circuito entre os museus”, antecipa Ana Cristina. O evento tem início às 14h e é aberto ao público.

 

TEXTO/VAN: Rebeca Oliveira

COLABORAÇÃO: João Vitor Bessa

Deixe uma resposta