FOTO: Divulgação

Repúblicas Universitárias se unem para realizar bazar beneficente

Todo lucro será doado para a APAE São João del-Rei

Começa amanhã (22) o 1º Bazar Beneficente da RUA – Repúblicas Universitárias Associadas – em prol da APAE São João del-Rei. O evento vai de 10h às 21h, na República Casarão, localizada na Rua Paulo Freitas, nº 235.

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

Segundo Jefferson Alves de Oliveira Marian, presidente da RUA, a ideia de realizar o Bazar surgiu da necessidade de cumprir um dever social. “Muitas ONG’s ou casas independentes precisam de ajuda todos os dias, seja pela falta de alimentos, roupas ou produtos de limpeza. A RUA, sabendo do seu papel social dentro da comunidade, realiza diversos projetos em diferentes entidades carentes da cidade”, afirma.

Todo o valor arrecadado com as vendas e os itens que não forem vendidos serão  doados para a APAE. Jefferson explica que a instituição foi escolhida para receber ajuda por estar sempre passando por dificuldades financeiras. Ele relata que a RUA já tentou criar outra campanha em prol da APAE, porém não teve muita visibilidade e nem apoio necessário, mesmo assim sentiu que precisava insistir na questão e voltar a ajudar a instituição.

“Achei uma iniciativa incrível, uma vez que existem tantas pessoas por aí precisando de ajuda, e todos sempre temos uma peça guardada que podemos doar. É muito bom pensar que algo que talvez não nos seja mais tão útil vai possibilitar uma vida melhor a alguém”, disse a estudante, Cíntia Regina de Faria, sobre o evento. Ela ficou sabendo do bazar a partir dos membros da RUA. Cíntia relata que se interessou e quis participar do projeto devido à  vontade de ajudar as pessoas, ser solidária e contribuir com a construção de um mundo melhor.

 

Como Ajudar?

A ajuda da população é de extrema importância tanto para doações, quanto com a presença e divulgação. Tamires Oliveira viu que uma amiga confirmou presença no evento, por meio do Facebook, e resolveu visitar a página para ver do que se trava. Ela se interessou pelo bazar por ser um evento beneficente e achou uma bela maneira de conseguir ajudar ao próximo. Outro detalhe que também a chamou a atenção foi a atitude das repúblicas que se reuniram em prol de um bem maior.

A RUA conta com a contribuição da comunidade, das repúblicas associadas e da  Paróquia de São Francisco, que está apoiando na divulgação e na doação de roupas.

 

O que é a RUA?

A RUA foi fundada em 2010, após a idealização de estudantes da Universidade Federal de São João del-Rei e moradores de repúblicas de São João del-Rei. A associação é uma sociedade civil, sem fins lucrativos, políticos ou religiosos, sendo composta por estudantes e ex-estudantes da UFSJ. O principal intuito é melhorar a vida dos estudantes que vivem em repúblicas em busca de boas condições de moradia, lazer e saúde adequada para todos. A RUA procura também quebrar barreiras que dificultam uma aproximação entre a comunidade são-joanense e os estudantes.

A Associação realiza várias ações e atividades para auxiliar ONG’s, instituições e a população de forma geral. No momento, estão sendo realizadas atividades na ONG Atuação e na creche Risoleta Neves. Na ONG, estão sendo oferecidas aulas de reforço e, na creche Risoleta Neves, a Associação é responsável pela manutenção da horta. Jefferson explica que, devido à greve estudantil, houve algumas alterações. Na ONG, os trabalhos são realizados com poucos membros e, na creche, as atividades estão suspensas.

A RUA está à procura de parcerias para realizar novas campanhas sociais, culturais, esportivas e outras. Os interessados podem acompanhar a  página no Facebook ou comparecer às reuniões que acontecem de 15 em 15 dias, no campus Santo Antônio.

 

Como se tornar associado?

Para associar-se à RUA, a república precisa conhecer de fato a associação, frequentando as reuniões e se inteirando sobre os projetos e ideias. Após esse período, é realizado um cadastro da república com informações gerais da mesma, como fundação, número de moradores e, em seguida, um cadastro com o nome de todos os moradores e informações pessoais pertinentes para a associação.

 

TEXTO/VAN: Scarlet Freitas

Deixe uma resposta