Skip to main content

Sanfoneiros espantam o frio pradense

O 3° Encontro de Sanfoneiros movimentou a cidade de Prados esse mês, contando com a presença de artistas locais e de toda a região, dentre eles sanfoneiros, violeiros, tocadores de pandeiro e cantores. O prefeito da cidade promoveu uma homenagem póstuma à senhora Maria de Lurdes, falecida em 2013 e única mulher a integrar o grupo de sanfoneiros. Foi rezado um Pai Nosso e uma Ave Maria em sua intenção.

A cidade de Prados é rica em cultura popular e, além de ter a tradicional Semana Santa, uma das mais conhecidas no estado, possui grandes artistas locais, não apenas na música, mas também no artesanato.

José da Silva – o Zé Gaitero – é tocador de sanfona há mais de 50 anos e  primo de Maria de Lurdes. “Ela gostava muito de cantar e tocar, apesar de ter muita vergonha. Eu sempre a ajudava, dava apoio, fiquei com pena porque ano passado foi a primeira apresentação dela e, logo depois, ela faleceu”, registrou Zé Gaitero.
O sanfoneiro mais novo do grupo é Pablo Henrique, de apenas 14 anos e sanfoneiro há dois anos e meio.  “Esse ano teve mais gente para ver, foi mais legal”, contou ele.

O evento teve também a presença do sanfoneiro mirim da cidade de Barroso Vinicius Santos Freitas, de apenas 6 anos. “Eu toco sanfona desde os três anos, aprendi a tocar sozinho assistindo DVD e também gosto de cantar. Gostei muito de participar, aqui na cidade estava muito animado!”, afirmou o pequeno sanfoneiro.

Texto: VAN/Juliana Sousa
Foto: Juliana Sousa

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: