São Caetano recebe verba para melhorias em sua sede

Em clima de euforia, a Associação Atlética São Caetano, que está prestes a completar 54 anos, recebeu, essa semana, em sua sede, o deputado estadual Pompílio Canavez. O motivo da visita foi uma verba de 40 mil reais, destinada a melhorias na estrutura do clube. Segundo o político, a verba já foi depositada na conta da instituição.

Além da atual diretoria do clube, a reunião contou com a presença de ex-presidentes do São Caetano e personalidades locais. Dentre elas, o vereador Gilberto Lixeiro, que falou sobre a importância da verba e o planejamento para o futuro: “Para esse ano, nós conseguimos esse dinheiro para arrumar o muro, para não deixar ninguém ficar pulando aqui dentro. Para o ano que vem, nosso projeto é arrumar o campo e os alambrados e, depois, as arquibancadas”. Segundo o vereador, as obras devem começar em breve. 

Presidente no início da década de 90 e atual vice-presidente, Jorge Luís Moura, o popular “Jorge Frangão”, lamentou os problemas financeiros: “A gente é tido como um bairro de periferia, a dependência financeira nossa é grande”. Mesmo com todos os problemas, o mandatário se orgulha de não ficar de fora de nenhum torneio na cidade. 

Natural de São João del-Rei, o deputado estadual Pompílio Canavez citou a importância do São Caetano para o bairro: “Muitas vezes, o clube substitui o papel do estado. Ajudar a instituição é uma grande alegria, é uma satisfação. Eu tenho no meu coração, sua história e sua tradição”. Ao final da reunião, o político foi nomeado sócio benemérito da agremiação.  

As dificuldades
O São Caetano sofre com a estrutura precária do seu campo: gramado com algumas irregularidades, falta de vestiários e mato nas arquibancadas. Algumas melhorias vêm sendo feitas, como a construção da sala de troféus e a reforma do amplo salão de festas.  Apesar dos problemas, em dias de jogos o estádio Presidente Tancredo Neves está sempre lotado e a pressão nos adversários é algo comum. Tal comportamento da apaixonada torcida rendeu o apelido de “Flamengo de São João del-Rei”. 

Texto: VAN/Diego Cabral e João Henrique Castro
Foto: Diego Cabral

Deixe uma resposta