Foto: Divulgação

São-joanense expõe sete quadros no Louvre

Entre os dias 23 a 25 de outubro, o artista plástico Diego Mendonça vai expor sete de suas obras para o mundo no Salão Internacional de Arte Contemporânea do Louvre

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No começo deste ano, Diego Mendonça se inscreveu para a seleção da Heclectik-Art, uma das galerias que representam o Brasil no continente europeu, para expor algumas de suas peças no Carroussel Du Louvre. Algum tempo depois, Diego recebia a notícia: ele ficou entre os trinta selecionados.

“Foi um momento de muita alegria, orgulho e, ao mesmo tempo, preocupação, por causa da questão financeira. Tudo está muito caro e ainda teríamos que arcar com os stands e envio dos quadros, etc.”

A luta começou aí. Diego contou com a ajuda do Ministério da Cultura, através do Sistema de Apoio às Leis de Incentivo à Cultura (SALIC), lojas, empreendedores e políticos de São João del-Rei. Além disso, ele vendeu gravuras próprias pela internet para ajudar com as despesas extras. Com a passagem em mãos, o artista plástico embarcou na última quarta-feira, 14, para a cidade de Paris, na França.

Inocência. Foto: Diego Mendonça
Inocência ! Foto: Diego Mendonça

Durante os dias 23, 24 e 25 de outubro, sete obras de Diego poderão ser conferidas em solo francês. Entre as peças, está umas das favoritas de seu criador: “Inocência”.

“Gosto muito de pintar o cotidiano e, ao mandar meu portfólio na inscrição (para a seletiva), a curadora Heloísa Azevedo me instruiu a continuar usando esse tema para as peças a serem expostas. Algo lúdico e realista. Por isso, os quadros retratam cenas cotidianos com fundos lúdicos, como papel de parede, alguns pulsos escritas e interferências na paisagem, o que leva o espectador querer traduzir o quadro em si e o pintor”. 

TEXTO/VAN: RAFAELA DOMINGUETI

Deixe uma resposta