Show do rapper Criolo agitou o Inverno Cultural

No último sábado (20), o Inverno Cultural trouxe para São João del-Rei um dos mais ilustres rappers do Brasil, Criolo. O show aconteceu no palco “Todo lugar é aqui”, na avenida Leite de Castro. A apresentação estava lotada e durou cerca de uma hora.
Segundo Paulo Caetano, pró-reitor de Extensão da UFSJ, a ideia de trazer o show do Criolo foi coletiva. “O Criolo foi uma descoberta do Inverno Cultural, ele tem uma leitura especial  da vida, da sociedade, do mundo da música, do rap. Nesse sentido foi muito interessante o Inverno Cultural ter essa perspicácia. Nós escutamos, sugerindo o Criolo, uma criança de oito anos de idade, um skatista de 15, uma mulher de 60. Portanto várias pessoas de diferentes idades indicaram esse nome, a gente captou e viu o que era recomendado para o festival. Essa escolha foi uma boa aposta”, afirma.
Criolo nasceu na cidade de São Paulo e começou sua carreira aos 14 anos. O rapper ganhou mais destaque com seu disco “Nó na orelha”, lançado em 2011. Muitas das suas músicas trazem uma visão crítica aos problemas sociais e do indivíduo. Um exemplo seria a canção “Não existe amor em SP”. “Dependendo do lugar em que você anda em São Paulo de cinco em cinco minutos você vai ver alguém rasgando um lixo para comer, então a luta segue. A gente tem muito que desaprender, porque essa nossa civilização só está nos destruindo, é uma relação de não ter relação, muitas vezes. Quando você não tem a sensação de pertencimento no seu lugar, você se sente como um forasteiro. Parece que você está em uma grande cidade-dormitório, você acorda para vender suas horas de vida, e você volta para dormir, depois tudo de novo”, explica o rapper.
De acordo com o DJ Dan Dan, que canta junto com Criolo há 17 anos, o rap já tem força dentro da periferia há muito tempo, a diferença de hoje é que outras classes também ouvem. “O rap hoje é encarado como música. A gente nunca teve a oportunidade de alguém querer parar para ouvir a gente, entender que a gente faz música. Tudo que a gente faz é natural, é meio que autodidata, porque a gente não tinha acesso a instrumentos musicais”, conta Dan Dan.
A atração musical trouxe pessoas de vários lugares, o estudante da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), Ricardo Vilela, saiu da cidade de São Gonçalo do Sapucaí, sul de Minas, para prestigiar o show. “A apresentação do Criolo para mim foi sensacional, tanto musicalmente quanto na mensagem que ele sempre passa para a galera nas letras. O Inverno Cultural como um todo se destacou na organização. Eu fiz parte de um grupo de cunho cultural na minha universidade e posso dizer que a UFSJ está alguns passos na frente. Com certeza voltarei nas próximas vezes,” declara o estudante.

No show Criolo e DJ Dan Dan, cantaram grandes sucessos da banda, como “Demorô”, “Vasilhame”, “Sucrilhos”, levantando o público durante a apresentação. Os próximos shows do rapper serão nas cidades de Itabira (MG), e depois em Brasília.

VAN/ Fernanda Rezende; Léo Oliveira

Deixe uma resposta