Pronunciamento dos idealizadores do SIAUS, Campus Santo Antônio

SIAUS UFSJ aposta em visibilidade de pós-graduação

Com simpósio internacional, pós-graduação em sustentabilidade traz discussão do tema recorrente, porém de extrema importância para o planeta

 

Apresentações de artigos e trabalhos de pós-graduandos deram continuidade às atividades do I Simpósio Internacional em Artes, Urbanidades e Sustentabilidade (SIAUS), no dia 25, na UFSJ. A programação do dia foi recheada de exposições e palestras com experiências diferenciadas, contemplando professores e alunos. O evento, realizado pelo Programa Interdepartamental de Pós-Graduação Interdisciplinar em Artes, Urbanidades e Sustentabilidade (PIPAUS), é uma aposta na divulgação de atividades e oportunidade para discussões importantes.

O estudante de Arquitetura e Urbanismo da UFSJ, Thiago (21), relatou sua experiência ao participar de uma das vivências do dia. “A intenção final, talvez, fosse percebermos o quanto nos aproximamos ou afastamos de coisas do nosso interesse e como isso influencia o nosso caráter e até mesmo postura profissional.” Algumas das apresentações foram, na verdade, atividades interativas como jogos, dando dinamismo às discussões e reflexões sobre os temas propostos.

Conferência- Professor Dr. Luiz Bevilacqua,-Desafios da Educação Superior na Era da Internacionalização-
Conferência: Professor Dr. Luiz Bevilacqua,”Desafios da Educação Superior na Era da Internacionalização” – Foto/VAN: Yasmim Nascimento

O Professor Emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Dr. Luiz Bevilacqua, convidado para ser um dos palestrantes do simpósio, deu sua visão à respeito da importância de um evento como esse. “É importante reunirmos para falar sobre a universidade, sobre o mundo da universidade. Precisamos nos comunicar mais. As universidades brasileiras ficam muito isoladas, elas não se comunicam, isso é ruim”, ressaltou. Em sua palestra, o professor explana a trajetória das universidades brasileiras e aponta os riscos da internacionalização, assim como algumas alternativas para os riscos.

No posto de coordenadora geral do evento, a Professora Dra. Marcela Alves de Almeida falou sobre as propostas do simpósio e como a interdisciplinaridade é importante para discussões amplas como os temas propostos. “O simpósio conta com uma parte científica e com atividades artísticas. Neste momento, nos interessa colocar o assunto em discussão e criar um ambiente de troca de experiências e produções científicas, além disso expor práticas artísticas correlatas ao tema do simpósio”, explicitou.

O evento que começou no último domingo, segue até o dia 29, trazendo mais exposições científicas e culturais para enriquecer aprendizados e discussões de interesse global. Para mais informações, consulte a programação completa no site gtrans.ufsj.edu.br/siaus2017/

 

Texto/VAN: Bárbara Morais, Leonardo Emerson, Yasmim Nascimento e Sagner Alves
Fotos/VAN: Yasmim Nascimento

Deixe uma resposta