Sistema de linhas de ônibus integradas é inaugurado em Conselheiro Lafaiete

      O sistema de linhas integradas começou a funcionar na cidade de Conselheiro Lafaiete. A inauguração do sistema ocorreu no dia 1° de maio, concomitantemente com o feriado do dia do trabalhador. O evento contou com a participação da população, do prefeito da cidade, José Milton de Carvalho Rocha, de políticos e representantes da empresa de ônibus Presidente.
      Com o sistema de linhas integradas, os usuários que utilizavam dois transportes coletivos diariamente e pagavam por duas passagens, irão agora pagar somente o preço de uma passagem. O valor da passagem de ônibus continua o mesmo, R$ 2,25 (dois reais e vinte e cinco centavos). Só terá direito ao sistema de integração, o usuário que possuir o cartão de embarque, disponibilizado na sede da viação Presidente, localizada no bairro Carijós ou no guichê da empresa, na rodoviária. É através desse cartão que se registra o tempo de utilização da primeira e da segunda linha, que é de uma hora. O sistema de linhas integradas foi construído na Avenida Telésforo Candido de Rezende, no centro de Conselheiro Lafaiete. O local foi escolhido por ser uma avenida ampla e de fácil acesso para a população, sendo nessa avenida a maior movimentação de veículos. O passageiro não necessita de ir ao terminal quando tiver que trocar de ônibus, pois em qualquer ponto de ônibus da cidade, o usuário poderá utilizar o sistema, respeitando o prazo máximo de 1 hora entre um embarque e outro.
      A implantação do sistema é uma tentativa de melhorar o transporte urbano e é uma iniciativa nova na região. Espera-se que mais pessoas utilizem o ônibus pagando menos, assim como o lafaietense Geovane Vinícius de Deus, residente no bairro Vila Rezende. No antigo sistema, Geovane utilizava dois ônibus para ir chegar ao seu serviço, no bairro Santa Matilde e mais dois para voltar para sua casa. No total pagava o valor de quatro passagens. Na integração, o lafaietense continuará utilizando o transporte urbano, mas pagará apenas o valor de duas passagens: “A iniciativa é viável e ficou mais acessível, pois irei pagar menos. Acredito que com a integração, populariza-se o transporte coletivo”, comenta.
      A moradora Cláudia Helena Magalhães se preocupa com o tempo: “Espero que o sistema de integração facilite e agilize o tempo de espera, pois no antigo sistema a espera era longa”.
     Apesar de o sistema de integração não ser municipal, as comunidades de Gajé, São Vicente e São Gonçalo também serão beneficiadas com as linhas integradas.
      Reportagem e foto: Fernanda Silva.
Para copiar e reproduzir qualquer conteúdo da VAN, envie um e-mail para vanufsj@gmail.com, solicitando a reportagem desejada. É simples e gratuito.

Deixe uma resposta