Social é eliminado da Taça BH

20251001_1592392047499795_861603419_o.jpg

Na Terça-Feira (18), jogando as oitavas de final da Taça BH, o Social recebeu o Palmeiras em seu estádio Paulo Campos, fez uma boa partida, mas saiu derrotado por 2 a 0 e foi eliminado da competição.

O Treinador do Social, Cicinho, comentou sobre a partida e a campanha no campeonato. “É muito difícil enfrentar uma equipe que tem três atletas da seleção brasileira. Acredito que representamos muito bem o social e a cidade.”

O Treinador do Palmeiras, Arthur, também comentou sobre a atuação de sua equipe na partida. “No primeiro tempo tivemos bastante dificuldade em parar o ataque do Social. Após a expulsão, a gente conseguiu suportar bem, e em alguns momentos conseguimos manter atacando.”


O Social iniciou a partida pressionando a saída de bola da equipe do Palmeiras, mantendo a posse na frente e levando perigo ao gol palmeirense, principalmente em jogadas pelas pontas e bola parada.

Apesar da pressão socialina, quem marcou o primeiro gol foi o Palmeiras. Aos 11 minutos, após cruzamento da direita, a bola é afastada, mas cai nos pés de Bernardo, que solta uma bomba no gol de Jhonata, abrindo o placar para o time visitante.


O Palmeiras cresceu na partida após o primeiro gol e quase marcou o segundo com o atacante Aníbal, camisa 9, que recebeu na entrada da área aos 18 minutos, avançou e chutou para boa defesa de Jhonata.


O Social se recuperou na partida e começou a levar perigo nas cobranças de bola parada. Gustavo, camisa 10 quase marcou aos 26 de falta, mas a bola saiu à direita do gol. O time teve outras chances, mas o goleiro palmeirense fez boas defesas, evitando que o xavante marcasse.


A última chance da primeira etapa ficou com o Palmeiras, após rápido avanço do lateral direito palmeirense Luan. Pela ponta ele chutou cruzado, mas a bola saiu à esquerda do gol de Jhonata.


No segundo tempo, logo aos 4 minutos, em jogada trabalhada pela esquerda, o camisa 10 palmeirense, Alan, recebeu e bateu forte, marcando o segundo gol dos visitantes na partida. Aos 9 minutos, o Palmeiras ficou com um a menos na partida. O atacante paraguaio Aníbal recebe o segundo amarelo ao fazer falta sem bola e é expulso da partida.


Com um a mais em campo, o técnico Cicinho mexeu no time e fez três substituições aos 11 minutos. A equipe melhorou na partida e quase marcou com o meia RD que de fora da área soltou uma bomba, mas a bola subiu.


Na segunda etapa, o time do Social teve maior posse de bola, mas criou poucas chances claras de gol, a marcação palmeirense era muito forte e parava muitas vezes com falta os ataques do clube são-joanense. O time suportou a pressão do Social e saiu com a vitória. Classificados para as quartas, a equipe agora enfrenta o Botafogo, que foi líder do grupo do Social, e bateu a equipe do Juventude por 1 a 0 nas oitavas de final.


O camisa 10 Alan comentou sobre a partida. “A gente sabe o quanto é difícil jogar aqui contra o Social, já jogamos aqui ano passado pela taça BH. A equipe entrou muito concentrada, e fico feliz por ter feito um gol e ajudar minha equipe.”

O Social, eliminado da taça BH, agora tem pela frente o hexagonal final do campeonato mineiro sub-17, onde enfrentará as equipes de A.M.D.H, Atlético, América, Cruzeiro e AD Frigoarnaldo. Segundo o treinador Cicinho, alguns atletas do Social já estão fechados com outros clubes do país, mas ele optou por não revelar os nomes e os destinos dos atletas.

Texto VAN: Rodolfo Silva
Fotos: Rodolfo Silva

Deixe uma resposta