995dc55b-4e4c-4a7d-9098-a1e2f4eefd30

Social sai na frente, mas é derrotado na Taça BH

Começou ontem a Taça BH Sub-17, uma das competições de base mais importantes do país. Jogando em seu estádio (Paulo Campos), a equipe do Social enfrentou a equipe do Botafogo. O Xavante do Matosinhos, como é conhecido, jogou bem, abriu o placar no comecinho do primeiro tempo, mas tomou a virada do clube carioca que venceu por 3 a 1.

O Treinador da equipe do Social, Cicinho avaliou a partida de seus jogadores: “Nosso time fez uma boa partida. É difícil medir forças como uma equipe como a do Botafogo. Mostramos que nós temos um trabalho, que temos representatividade e podemos crescer na competição. O principal é colocar os meninos (do social) no cenário do Futebol.”.

O Botafogo começou pressionando o time do Social, investindo principalmente em ataques rápidos pela esquerda, mas a zaga do clube São-Joanense firme não abria muitos espaços para a equipe carioca.
O time do Social começou a levar muito perigo a equipe do Botafogo principalmente nas bolas paradas, e aos 9 minutos, depois de cobrança de escanteio, Patrick camisa 9 de cabeça marca, Social 1 x 0 Botafogo.
Aos 13 minutos o social teve outra grande chance de marcar, o camisa 8 Loló ganhou na corrida do zagueiro, tomou a bola na esquerda, avançou e chutou entrando na área, mas o goleiro André fez uma excelente defesa evitando que o xavante marcasse o segundo gol na partida.
Dois minutos depois, aos 15, o meia Carlinhos, camisa 7, avança pela esquerda e é parado com falta dentro da área e o juiz marca o pênalti para o Botafogo. Na cobrança, ele mesmo bate e empata a partida.
Depois do gol de empate o jogo ficou mais equilibrado e com poucas chances reais de gol, ambas as equipes marcavam muito forte e não abriam muito espaço para o adversário finalizar. O Social ainda teve uma boa chance aos 34 quando o camisa 11 Sidcley puxou da esquerda pro meio e bateu forte, mas o goleiro André foi buscar e mandou ela para escanteio. Na cobrança de escanteio, a bola foi em direção ao zagueiro Douglas que cabeceou por cima do gol.

No segundo tempo, o Botafogo novamente começou pressionando e logo aos 3 minutos virou a partida: Em jogada rápida pela esquerda, a bola foi cruzada pra área, a zaga do social afastou, mas a bola sobrou para Pimenta, camisa 3, que soltou uma bomba no canto do goleiro Jonathan que nada pôde fazer.
Mesmo com o baque do gol relâmpago, a equipe do Social não desistiu e se manteve no campo de ataque do Botafogo, mas a forte marcação do time carioca dificultava a vida dos atacantes do Social.
Aos 29 em contra-ataque do Botafogo, Glauber chuta, Jonathan defende, mas a bola sobra para o camisa 7 Carlinhos  novamente marcar para o clube da estrela solitária.
Mesmo com o terceiro gol sofrido, o time do Social não desistiu e permaneceu no ataque, levando perigo principalmente nas bolas paradas, mas não conseguiu diminuir o placar, e a partida ficou nesse placar: Social 1 x 3 Botafogo.

Carlinhos, o artilheiro do jogo, comentou sobre a atuação do Botafogo: “Sentimos aquele friozinho na barriga por ser estreia. Tomamos um a zero, não nos perdemos no jogo, continuamos com paciência, tranquilo, trabalhando e esperando o momento certo para (a bola) entrar.”

O atacante Patrick,  camisa 9 do Social destaca a evolução do Botafogo no jogo: “Começamos ganhando, mas os caras (do botafogo) cresceram muito no jogo. Nosso time jogou melhor no primeiro tempo, mas depois caímos um pouco.”

Próximo Jogo:
No outro jogo do grupo, Santos e Red Bull empataram em 1 x 1. O Social agora enfrenta o Santos na sexta (14) às 20h. O Time do Botafogo enfrenta o Red Bull às 18h. Ambos os jogos serão no Estádio Paulo Campos. Os ingressos podem ser adquiridos na portaria do clube a R$ 10 a inteira e R$ 5 a meia-entrada.

Texto VAN: Rodolfo Silva

Fotos: Rodolfo Silva

Deixe uma resposta