Tradição começou com a chegada dos portugueses na cidade e com o passar do tempo foi se aprimorando.  - FOTO: Clara Rita

Tapetes de rua colorem Semana Santa São-joanense

Por mais um ano, os tapetes de rua são destaques na Sexta-Feira Santa, chamando atenção de moradores e visitantes

Tradição começou com a chegada dos portugueses na cidade e com o passar do tempo foi se aprimorando. - FOTO: Clara Rita
Tradição começou com a chegada dos portugueses na cidade e com o passar do tempo foi se aprimorando. – FOTO: Clara Rita

São João del-Rei, além de possuir uma Semana Santa tradicional com suas celebrações que emocionam, possui uma outra tradição nesta época que atrai a atenção de inúmeras pessoas todos os anos: a confecção dos tapetes de rua. Elaborados durante todo o dia da Sexta-feira Santa, eles servem para enfeitar os trajetos da Procissão do Senhor Morto, tendo o largo da Igreja de São Francisco de Assis como destaque, onde as confecções são maiores e mais elaboradas.

Júnior Barbosa, é um dos responsáveis pela confecção há 5 anos  -  FOTO: Lucas Almeida
Júnior Barbosa, é um dos responsáveis pela confecção há 5 anos – FOTO: Lucas Almeida

O grupo Arte de Rua Largo do Carmo foram os responsáveis pelas confecções de 2016, o artista plástico Júnior Barbosa, um dos responsáveis desde 2011, explica como são elaborados os desenhos: “Eu me baseio ao santo que é homenageado no dia, no caso é Semana Santa, então geralmente desenho pão, trigo, hóstia, ai já tem alguma coisa pré determinada. Mas se for o caso de outro santo, a gente faz de acordo com ele. O material a gente consegue através de doações, como uma empresa que sempre doa serragem, a Prefeitura também doa terra e de vez em quando até um dinheiro para a compra do material e também com a contribuição da própria população”.

Todo o planejamento para que os tapetes sejam feitos demanda tempo e paciência, são cerca de 10 horas. Por isso, é necessária a contribuição não só do grupo responsável, mas também de todos que desejarem, como neste ano, em que muitos moradores e turistas compareceram. Destacando a ajuda das crianças que dão um toque especial nessa tradição.

A ajuda das crianças foi um destaque a mais na confecção deste ano - FOTO: Amanda Rodrigues
A ajuda das crianças foi um destaque a mais na confecção deste ano – FOTO: Amanda Rodrigues

Lúcia Lobosque, de 40 anos, levou sua filha para ajudar e se divertir na confecção dos tapetes do Largo São Francisco, ela contou que sempre procura incentivar sua filha a ser parte da cultura da cidade: “Para que a tradição se mantenha, é importante que nossos filhos participem desses eventos, para que conheçam a história da nossa cidade e para que cresçam com esse incentivo à cultura. Minha filha gosta muito, seu gosto começou na escola, onde participou de um projeto sobre as artes daqui de São João”.

A tradição da confecção dos tapetes é a junção entre a cultura e religiosidade de São João del-Rei. A ex-professora Ana Maria dos Santos, de 51 anos, que ajuda na montagem dos tapetes há vários anos, explicou a importância do trabalho e da participação das crianças: “É uma questão cultural, eu acho que quando estamos trabalhando aqui, nós estamos mostrando pros menores que isso é uma cultura da nossa cidade. A participação das crianças é uma continuação da tradição. A gente fica um tanto quanto ansiosos, elas estão fazendo e ao mesmo tempo atrapalhando, mas é uma maneira de elas estarem aprendendo e tomando gosto pela nossa cultura.”

A histórica cidade recebe milhares de turistas durante todo o ano. Grande parte visitam a cidade na Semana Santa, como conta a administradora que veio de Juiz de Fora, Mariana Mendes de 35 anos: “É uma celebração tão importante e há muitos anos eu tinha o sonho de vir ver os tapetes, conhecer as igrejas e é com muita alegria que eu estou aqui para participar de todas as cerimônias que tiverem na cidade. É a primeira vez que eu venho à São João del-Rei na Semana Santa. Eu já tinha vindo uma outra vez, quando criança, em uma outra época, não na Semana Santa, mas não me recordava da cidade.” Assim como Mariana, muitos turistas tiveram a chance de presenciar o desenvolvimento dos tapetes e o resultado final, uma tradição que vem encantando a quem passa pela cidade há anos. Você pode conferir logo abaixo:

TEXTO/VAN: Amanda Rodrigues; Clara Rita; Lucas Almeida
FOTOS: Amanda Rodrigues; Clara Rita; Lucas Almeida

Um comentário em “Tapetes de rua colorem Semana Santa São-joanense

  1. Esses mereciam ganhar um prêmio! Fico simplesmente maravilhado com o que esses artistas fazem! Deus os recompense e abençoe cada vez mais! Parabéns a todos!

Deixe uma resposta