Trânsito são joanense cresce desordenado

Os são joanenses vêm enfrentando problemas frequentes com o trânsito, em especial devido ao crescimento repentino de automóveis em circulação. Atualmente, percebe-se um crescimento desordenado  e falta de planejamento, uma vez que essa nova situação se deu muito rapidamente, devido às facilidades de compra de veículos, como a redução de IPI.

A mobilidade urbana tem sido objeto de estudo, a fim de que o trânsito possa ser planejado de forma que os deslocamentos ocorram em um razoável intervalo de tempo, de modo confortável e sustentável.
Robson Oliveira, profissional autônomo, considera o mau planejamento urbano um dos fatores responsáveis pela situação atual do trânsito são joanense. Ele ressalta que a atual gestão da cidade não tem tomado medidas que visem à melhoria do trânsito.  
A superintendente de indústria, comércio, trabalho e renda da prefeitura Luciana das Mercês Silva afirma, no entanto, que é uma preocupação da prefeitura de São João del – Rei municipalizar o trânsito, isto é, contar com a ajuda de uma guarda municipal responsável por fiscalizá-lo.
Dessa forma, o município precisará se adequar a vinte e uma atribuições do Sistema Nacional de Trânsito (SNC), tornando-se basicamente responsável por fiscalizar, aplicar multas, sinalizar, educar a população quanto ao trânsito, integrando a cidade ao SNC.
De acordo com o Departamento de Trânsito de São João del-Rei, consta que a cidade possui de 40.500 a 41.000 veículos, o que representa cerca de dois carros por habitante. Os valores mostram que atualmente não só nossas capitais estão sofrendo superlotação no trânsito, sendo este um efeito que se estendeu também ao interior.

VAN/ Gisele Puygcerver Pereira e Thaís Lacaz
Foto: Arquivo pessoal

Deixe uma resposta