XV e Nacional empatam com gol nos acréscimos

Apesar da diferença de seis pontos na competição, o Nacional
não conseguiu vencer o XV no campo do Social. O empate de 2 a 2 contou com um
gol nos acréscimos do Verdão de Santa Cruz de Minas.  Os destaques da partida do domingo (9) foram
a polêmica com a arbitragem e o belo chute de primeira de Igor. Com o tento, o
lateral é o vice artilheiro do time no campeonato, com três anotados.
“Vacilamos, porque a gente estava com o resultado a favor. O
juiz pediu para ele (Nem) sair do outro lado, ele não foi e acabou expulso.
Prejudicou o time, porque a gente abdicou de atacar para defender e eles
acabaram aproveitando um vacilo nosso e fazendo o gol”, comentou o lateral
Igor, que ainda explicou o lance que abriu o placar:
– “Eu não esperava o cruzamento do Edson. Levantei a mão
para dar opção. Ele me enxergou do outro lado e eu entrei batendo direto”. 
Mesmo vindo de duas partidas ruins, o XV não se deixou
abater e começou a partida marcando muito forte. A dupla de zaga formada por
Dárcio Ferrugem e Douglas não dava espaço para os perigosos Nem, Téo e Edson.
Com um primeiro tempo amarrado, o jogo não saiu o zero.
Na volta do intervalo as coisas foram diferentes. Igor abriu
o placar logo aos seis minutos, mas Simar empatou aos 15. Lí, que tinha acabado
de entrar, fez o segundo aos 17, depois de uma confusão na área. Quando parecia
que o Nacional sairia com mais uma vitória e encostaria nos líderes, Luan, nos
acréscimos, de pênalti deixou tudo igual, colocando números finais na partida.
Apesar da chuva de gols no segundo tempo, o que chamou
atenção foi a expulsão de Nem, do Nacional, aos 28 minutos. O jogador estava
saindo para dar entrada a Pedro Carazza quando começou a discutir com o juiz
Denilson de Simões por causa do lugar de onde deixaria o campo. O atacante não
saiu pelo lado oposto, onde são realizadas as substituições, como queria o
árbitro; assim, levou o segundo amarelo e foi para o chuveiro mais cedo.
“Incompetência do árbitro Denilson, porque o jogador pode sair onde ele quiser,
não retardando a partida. Eu sai correndo aqui para dar o lugar para o meu
companheiro de equipe”, lamentou Nem. 
Com o empate, o Nacional chegou aos 14 pontos ganhos,
ficando bem perto da classificação. Semana que vem o time da Colônia enfrenta o
Figueirense. Já o Verdão pega o Athletic, dia 23, em seus domínios.
Campanha fraca
Com oito pontos em 30 disputados, o XV está praticamente
fora. Dárcio, um dos líderes do time, reconheceu que a equipe não está fazendo
uma boa campanha e que não soube aproveitar as partidas em Santa Cruz de Minas.
Ainda segundo o zagueiro, o Verdão foi muito prejudicado na competição e espera
uma reciclagem nas próximas competições.
Outros jogos
A rodada tripla no Campo do Social ainda contou com a
vitória do São Caetano e o empate entre Minas e Figueira. O Rubro Negro do
Tijuco arrancou os três pontos, vencendo por 2 a 0 o Athletic com gols de
Baratinha e Binha, encostando na parte de cima da tabela. Com a derrota, o Galo
São-joanense, que tinha um jogo a menos que o Social, perdeu a oportunidade de
assumir a liderança.
No terceiro jogo do dia, o Leão da Biquinha e o Alvinegro do
Bom Pastor empataram em 3 a 3 e ficaram mais distantes da classificação para a
próxima fase. Os gols do Figueira foram de Chumbão, Diego e Éssio. Gominha,
Nandinho e Nem marcaram pelo Minas.
Texto: Diego Cabral / VAN
Foto: Diego Cabral

Deixe uma resposta